Conheça o novo coordenador de Publicidade e Propaganda


Publicidade e Propaganda
janeiro. 27, 2017

Thiago Diniz tem mais de 15 anos de experiência e já atuou em grandes agências do país

Presença do Mercado, trabalhos práticos, discussões e proposições em sala de aula. Esses são alguns dos elementos que os alunos de Publicidade e Propaganda vão encontrar durante todo o ano letivo. Com a nova coordenação do publicitário Thiago Diniz Nascimento, a graduação se transforma e cria, ainda mais, desafios para os futuros profissionais.

Com mais de 15 anos de experiência no mercado, passando por empresas como MartPet, Concept/NE, EMBRATUR, Artplan Comunicação e Ministério da Saúde, o também professor, Thiago Diniz, tem Mestrado em Marketing pela University of Huddersfield, na Inglaterra. “Fui bolsista do Programa Chevening do Conselho Britânico para o período de 2001/2002. Minha dissertação de Mestrado foi a respeito de Marketing de Relacionamento para Agências de Publicidade do Reino Unido. O trabalho visou analisar o impacto do relacionamento interpessoal entre profissionais de Agências e Clientes na manutenção do contrato.”, comenta Diniz.

Aproveitamos para conversar com o coordenador, que falou um pouco mais da sua experiência e do que espera neste novo desafio:

AESO: Qual a sua experiência no mercado publicitário?

THIAGO DINIZ: Iniciei minha carreira como Redator tendo passado por diversas agências de Recife. Entre elas, MartPet, Concept (atual Hágua) e OEM. Após o mestrado comecei a ministrar aulas de Marketing na AESO e também fui professor da Faculdade Marista e do Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal de Pernambuco. Em 2008, fui para Brasília assumir a Gerência de Comunicação Digital da EMBRATUR, órgão do Governo Federal responsável pela promoção do Brasil como destino turístico no exterior. Desse ano até 2014, atuei promovendo os destinos e produtos brasileiros para 20 mercados entre os quais Estados Unidos, Argentina, França, Alemanha, Japão, entre outros. Neste órgão, também coordenei ações de promoção em eventos internacionais como Rock in Rio Lisboa e Madri. De lá, fui para a Artplan como Gerente de Atendimento responsável pelas contas de CNI (Confederação Nacional da Indústria), Ministério do Turismo e Ministério das Cidades. Em 2016, assumi o desafio de dirigir a equipe de Planejamento de Comunicação do Ministério da Saúde sendo responsável por campanhas de AIDS/Carnaval e Vacinação de HPV.


AESO: O que você espera desse novo desafio?

THIAGO DINIZ: Voltar para a AESO é voltar para os melhores alunos e professores que o mercado publicitário tem hoje. O curso de Publicidade tem um reconhecimento fantástico do mercado, o que é resultado do excelente trabalho desenvolvido. Como coordenador, o desafio é sempre trazer o que ainda será discutido pelos profissionais para a sala de aula. Poder pensar uma profissão que muda a cada dia.



AESO: O que a AESO representa para você?

THIAGO DINIZ: A AESO nasceu com a Educação. O compromisso na formação humana do indivíduo é o que mais me puxou para voltar. É uma casa que eu saí em 2008 com muita saudade e agora volto para uma nova fase.


AESO: Em Pernambuco, a Publicidade ainda tem área?

THIAGO DINIZ: Olha, sempre existe área para profissionais que buscam. Quando eu saí da faculdade, poucos alunos se formavam. Com o passar dos anos, novas faculdades surgiram e nos perguntávamos o que seria da profissão. O resultado está aí. Novas ferramentas trouxeram novos profissionais e há espaço sim. É claro que a possibilidade de emprego diminuiu bastante em função de uma crise econômica e a Publicidade é muito sensível a questões dessa ordem. Mas já passamos por crises piores e sobrevivemos. Pernambuco é um estado formador de bons profissionais e o mercado brasileiro reconhece isso. No entanto, o publicitário precisa buscar.



AESO: Quais são as dificuldades da profissão?

THIAGO DINIZ: É uma profissão de atendimento. Atende-se o cliente e o consumidor. Esta questão é antiga, mas ainda acontece em várias agências. O cliente quer o que o seu consumidor não precisa. Por outro lado - e para quem vai ser cliente no futuro - algumas agências tem dificuldade de entender o negócio complexo do Marketing. Novas tecnologias também trouxeram novas perspectivas de consumo, o que gera também outras ansiedades em agências e anunciantes.

aeso - barros melo - Publicidade e Propaganda - coordenadores -

voltar