AESO - Faculdades Integradas Barros Melo





A AESO-Barros Melo completa 50 anos

O ano era 1968. Uma época marcada por intensa agitação política, com o advento da ditadura militar e, por consequência, pelo cerceamento das liberdades individuais e dos direitos fundamentais. Em 15 de maio de 1968, foi criada a AESO, pelo advogado e professor Inácio de Barros Melo, um homem com personalidade forte, um visionário. Tal iniciativa visava devolver à cidade de Olinda a tradição da oferta do Curso Jurídico, criado por Dom Pedro I, em 21 de agosto de 1827, instalado no Mosteiro de São Bento, em 1828, e,  posteriormente, transferido para o Recife.

Em 1971, foi autorizada a Faculdade de Direito de Olinda - FADO, com sede na Rua de São Bento, 200, Varadouro, primeira Instituição de Ensino Superior no município. Para ampliar a área de atuação, foi criado o Centro de Estudos Superiores Barros Melo - CESBAM, também mantido pela AESO.

Em 2005, decorrente da junção da FADO e do CESBAM, foram credenciadas as Faculdades Integradas Barros Melo. Sob o comando da professora Ivânia Barros Melo, diversos cursos  inéditos nas regiões Norte e Nordeste passaram a ser oferecidos na IES.

Em 2018, a AESO-Barros Melo completa 50 anos de experiência na área educacional. “A AESO-Barros Melo é engajada na preservação dos valores acadêmicos fundamentais, como a liberdade e pluralidade de ideias que se manifestam no cultivo da reflexão filosófica, das letras e artes e do conhecimento científico. As Faculdades Integradas Barros Melo afirmam seu papel irrenunciável enquanto instituição estratégica para a implementação de políticas setoriais nas áreas científica, tecnológica e social”, garante Ivânia Barros Melo, diretora da AESO-Barros Melo.

A AESO-Barros Melo, através dos centros de prática profissional, insere o estudante num campo multidisciplinar e conectado com o mercado de trabalho. Tem compromisso com a qualidade da formação intelectual dos alunos e, principalmente, com o atendimento às necessidades e às expectativas da sociedade, formando profissionais técnica e politicamente competentes e desenvolvendo soluções para problemas locais, regionais e nacionais.

Direito

Em 47 anos, o curso de Direito da antiga FADO, atualmente incorporado às Faculdades Integradas Barros Melo, formou mais de oito mil operadores do Direito, entre juízes, promotores, procuradores, delegados, advogados e professores. 

Estrutura

A AESO-Barros Melo oferece, em todos os cursos, corpo docente qualificado; infraestrutura diferenciada; laboratórios de audiovisual, jornalismo, impressos e gráfica,  informática e  fotografia; agência experimental de propaganda; estúdios de áudio, rádio, tv e fotografia; ateliê de desenho; Núcleo de Prática Jurídica e de Pesquisa (iniciação científica); Câmara de Mediação, Conciliação e Arbitragem; salas de audiência e júri; auditório; cineteatro; salas de aula climatizadas;  restaurante e 11.000 m2 de estacionamento pavimentado e gratuito.

A comunidade acadêmica conta também com uma biblioteca de acervo físico e a virtual da Pearson, com títulos específicos e atualizados; ouvidoria on-line; e acompanhamento psicológico e pedagógico.

Oportunidades

A Central de Estágio - CEA, conveniada com mais de 700 empresas  públicas e privadas,  tem a finalidade de incluir o aluno no mercado de trabalho, oferecendo a oportunidade de vivenciar atividades reais.

Intercâmbio

A AESO-Barros Melo mantém o  Programa de Intercâmbio Internacional. O aluno escolhe uma das instituições conveniadas, apresenta a candidatura e, se aprovado, poderá cursar disciplinas de graduação por um semestre ou até um ano no exterior. Durante o Programa de Intercâmbio, o estudante paga, normalmente, as mensalidades para a AESO-Barros Melo, e não para a instituição anfitriã.

Responsabilidade Social

A cultura de Responsabilidade Social está consolidada na tomada de decisão pautada em critérios éticos e democráticos e na motivação das pessoas, na defesa dos objetivos de sustentabilidade econômica, social e ambiental. Como projetos de Responsabilidade Social, destacam-se: a Parceria com a Orquestra Criança Cidadã, iniciada em 2009, que tem por objetivo profissionalizar os integrantes através de bolsas de estudo, contribuindo com a promoção específica de apoio e engrandecimento na formação acadêmica de jovens carentes; e o Projeto Cultural Abycabepe, iniciado em 2006, cujo objetivo é a oportunidade da formação de membros de comunidades afrodescendentes através de curso superior. 

Com 50 anos de experiência na área educacional, a AESO-Barros Melo é reconhecida pela qualidade dos serviços que presta à sociedade, formando pessoas compromissadas com o desenvolvimento humano e sustentável, possuidoras de postura profissional competente e ética.

Promover o Ensino, a Pesquisa e a Extensão, objetivando contribuir na formação de profissionais e cidadãos tecnicamente capazes e socialmente comprometidos com o bem comum, dotados de pensamento crítico e predisposto a utilizar o saber cientifico e tecnológico nos limites da ética e de valores que norteiam a dignidade da pessoa humana, de forma a contribuir para a consolidação da sociedade.

Projetada para consolidar-se como instituição educacional de formação e aperfeiçoamento de recursos humanos pela promoção do Ensino, da Pesquisa e da Extensão, a FIBAM dispõe a produzir, acumular, sistematizar e disseminar conhecimentos e cultura. Em função dessa concepção, concentra esforços para contribuir na formação integral do indivíduo, despertando-lhe o senso crítico, o critério ético e a capacidade de julgar e agir corretamente; formando cidadãos conscientes, capacitados para a vida profissional e cívica, conforme as exigências da sociedade moderna.

Valores Institucionais

A FIBAM conceitua-se como uma instituição em busca da transmissão de conhecimento, incluindo a organização social, a política e a economia, de modo crítico. A IES possui uma visão crítica no que se refere a valores indiscutíveis da civilização, como a paz, a justiça, a democracia, a solidariedade e os direitos humanos, não se submetendo, portanto, a partidos políticos ou a governos. A instituição tem formado nos cursos que oferece, profissionais com um conjunto de conhecimentos, de habilidades e competências dentro de um consequente encadeamento lógico onde conhecimento é saber; habilidade é saber fazer; competência é saber fazer bem.

A FIBAM tem compromisso com a qualidade da formação intelectual de seus alunos, com a qualidade da sua produção científica, artística, filosófica e tecnológica e, principalmente, com o atendimento às necessidades, aos anseios e às expectativas da sociedade, formando profissionais técnica e politicamente competentes e desenvolvendo soluções para problemas locais, regionais e nacionais.

A FIBAM tem como princípios irrefutáveis:

Ética - um valor imprescindível à gestão de uma Instituição de Ensino Superior, que implica no respeito ao direito dos outros, na lisura e na transparência dos atos administrativos e acadêmicos.

Pluralismo – a aceitação de pontos de vista diferentes de abordar o real, a convivência entre contrários, a polêmica e o diálogo como exercício da crítica; a presença do erudito e do popular; o saber elaborado e a cultura oriunda da tradição.

Igualdade – todos os indivíduos são iguais perante a sociedade, com os mesmos direitos e deveres e devem ser possuidores, com igualdade, ao final de cada curso, do melhor conhecimento, na sua especialidade.

Qualidade – o ensino e a vivência escolar são conduzidos de modo a criar as melhores e mais apropriadas oportunidades para que os indivíduos se desenvolvam na sua potencialidade, cultural, política, social, humanística e profissionalmente.

Democracia – a crença de que a participação ativa dos professores, servidores de Ensino e Pesquisas e estudantes nas discussões de seus problemas é fator preponderante para o desenvolvimento e a promoção do exercício da plena cidadania.