AESO - Faculdades Integradas Barros Melo

Fotos: Renata Siqueira

Agências experimentais apresentam candidatos no desafio Inter6


Publicidade e Propaganda
outubro. 03, 2019

Cada grupo irá criar uma campanha para eleger um prefeito (fictício) para Olinda

Começou o desafio Inter6. Na manhã de quinta-feira, 03 de outubro, estudantes do sexto período de Publicidade e Propaganda das Faculdades Integradas Barros Melo (AESO) apresentaram as agências experimentais, que criarão as campanhas eleitorais de três candidatos fictícios a Prefeito de Olinda. São elas: Toxa, Moode Comunicação e Corvus. Durante o coquetel, aberto ao público, cada grupo mostrou o Mapa de Empatia do político, traçando breve perfil dos concorrentes ao cargo máximo do executivo municipal.
 
A Agência Toxa aposta em Will Santos, comunicador, músico e ator, que pretende ampliar o incentivo à arte, ao meio ambiente e à diversidade no mercado de trabalho, com o slogan “Olinda além do Sítio Histórico”. “O desafio no Inter6 foi proposto por nós, alunos, durante a disciplina de Marketing Político. É uma forma de nos incentivar a experimentar outras formas de fazer publicidade, para além de marcas e produtos”, afirma Camila Cordeiro, integrante da equipe.
 
Inspirados no poeta Edgar Allan, autor de O Corvo, a agência Corvus acredita que publicidade vai além da propaganda. Eles querem passar conhecimento para as pessoas e próximas gerações. “Procuramos passar os nossos valores, aquilo em que realmente acreditamos, para nossa candidata fictícia. Criamos uma persona em quem votaríamos de fato”, diz Mirella Souza, produtora da agência. O perfil escolhido por eles é de uma mulher, Brena Albuquerque, professora de escola pública e privada, que atua também em ONGs e coletivos, oferecendo oficinas gratuitas de história. 
 
Outro candidato é Lucas Magnum, promovido pela Moode Comunicação. O político defende o título “Sou de Peixinhos, mas não vou afundar vocês”. Mestre em Relações Públicas, amante da cultura e causas sociais, vem desmitificar o fato que Olinda é apenas uma cidade dormitório. A agência foca no aspecto da renovação para criar a campanha eleitoral fictícia.
 
Para Rossana Nanuska, professora responsável pelo Inter6, esta é uma oportunidade dos estudantes conhecerem mais sobre o Marketing Eleitoral, já que 2020 é ano de eleições e o mercado abre portas para profissionais da área. “Eles estão estudando sobre campanhas políticas e vão aplicar isso nos trabalhos. O meio digital vai ser bastante explorado para execução das tarefas. Ao final do semestre, eles irão apresentar os resultados de arte, estratégias de comunicação, etc”, conclui.
 
O desfecho do desafio interdisciplinar acontece no dia 20 de novembro, quando ocorre debate entre os candidatos (alunos) sobre as propostas, e votação pela melhor apresentação. O mais votado será consagrado o “prefeito de Olinda” e a agência considerada a vencedora do Inter 6.

Publicidade e Propaganda - interdisciplinar - desafio - inter6 -

voltar