AESO - Faculdades Integradas Barros Melo

Vanessa Nielsen / Trabalho Seres

Aluna de Fotografia cria Seres estranhos em TCC


Fotografia
fevereiro. 22, 2013

O trabalho é uma coletânea de experiências com espelhamento de fotografias

Muita criatividade, experimentalismo e trabalho duro. Esses foram os lemas para a produção do Trabalho de Conclusão de Curso da aluna Vanessa Nielsen, formada pela Aeso-Barros Melo, no curso de Fotografia. Orientada por Eduardo Queiroga, a fotógrafa desenvolveu o livro “Seres”, uma coletânea de experiências com espelhamento de fotografias.

Aproveitamos para conversar com a fotógrafa, que conta como todo o trabalho foi desenvolvido.

Aeso- Em que consiste o trabalho?
Vanessa Nielsen- O trabalho é uma coletânea de experiências com espelhamento de fotografias. As imagens decorrentes deste processo, ganham um novo significado totalmente diferente do inicial. A proposta do ensaio é explorar o lado lúdico e experimental da fotografia, utilizando a natureza e o imaginário como matéria prima para formação de novos seres.

Aeso- Como foi o processo criativo?
Vanessa Nielsen- O processo criativo aconteceu gradualmente. Eram experiências que eu fazia despretensiosamente com minhas fotografias, uma espécie de terapia visual. Com o passar do tempo, algumas imagens foram despertando uma grande inquietação em mim. Surgiu uma necessidade de entender melhor aquele misto de familiaridade e estranheza, os questionamentos que elas me causavam. Quando surgiu a oportunidade (e necessidade) de escolher um tema para desenvolver para o TCC, não deu outra.  

Aeso- Qual o significado do livro?
Vanessa Nielsen- As imagens selecionadas para compor o livro são as que proporcionam a sensação de estar diante de um novo ou novos seres. São experiências com que despertam a curiosidade e o encantamento sobre as novas formas geradas e as coincidências nas criações da natureza.

Aeso- Você, para desenvolver o “Seres”, buscou influências? Quais?
Vanessa Nielsen- Tudo o que vemos e vivenciamos influencia nossa maneira de ver e dar sentido ao mundo que nos cerca. As influências ou referências que considero mais relevantes são as ilustrações de M. C. Escher, Os Cartemas de Aloisio Magalhães, e as dobradinhas de Al Jaffee, contidas na Revista Mad Magazine.

Aeso- Como foi a construção e finalização do livro? Quanto tempo durou?
Vanessa Nielsen- Para diagramação do livro, pedi a ajuda do meu ex-professor e Designer Damião Santana. Fizemos layouts simples e variados para que a sequência das imagens espelhadas não se tornasse previsível e monótona. Tentamos explorar um pouco o caráter lúdico e experimental do espelhamento. A primeira tentativa não foi bem sucedida, tive que reiniciar o processo de escolha do papel, tipo de impressão e encadernação do livro. Tive sorte de encontrar bons profissionais (dessa vez) que me ajudaram a fazer um novo jogo em tempo hábil e com boa qualidade. Acho que todo o processo (seleção das fotos, layout e impressão) durou três meses.

Aeso- Como a faculdade te ajudou na construção do trabalho?
Vanessa Nielsen-
A formação na faculdade me deu confiança para acreditar em uma obra muito pessoal, subjetiva e de grande importância para mim. Meu orientador também foi muito importante nesse sentido, se manteve sempre disponível para discutir e pensar junto comigo sobre as possibilidades de desenvolvimento do trabalho fotográfico, do relatório e do livro.

Aeso-  Qual a importância da faculdade no amadurecimento e na construção de significado na profissão do fotógrafo?
Vanessa Nielsen- Durante o curso, diversas disciplinas abrem inúmeras portas de conhecimento dentro do universo fotográfico. Algumas nos fazem rever nosso relacionamento com o mundo e com nós mesmos. Provocam reflexões, aprendizado, novas experiências, mudanças no nosso olhar e comportamento. É uma base importante para que cada aluno ache o seu rumo dentro da fotografia. 

aeso - barros melo - alunos no mercado - Dia Mundial da Fotografia - Vanessa Nielsen -

voltar