AESO - Faculdades Integradas Barros Melo

Aluno da Aeso na galeria dos melhores do mundo


Artes Visuais
janeiro. 25, 2013

Erick Inojosa ganhou prêmio “Meu personagem Cartoon 3D” realizado pelo site Tonka3d

Roupas camufladas, sangue na testa, uma cidade cheia de “zumbis”, todos os elementos dariam um ambiente perfeito para um filme de terror, mas o aluno Erick Inojosa, de 19 anos, estudante do quinto período do curso de Cinema de Animação das Faculdades Integradas Barros Melo, enxergou uma possibilidade para a criação de um personagem um tanto quanto carismático. O jovem nerd Sam Anderson ganhou a empatia dos jurados e do público e rendeu ao estudante o prêmio: “Meu personagem Cartoon 3D” realizado pelo site Tonka3d, além de entrar para a galeria dos melhores do mundo no site americano “Cgarena”.

Sendo o mais votado entre 120 competidores, Inojosa se destaca por expor cinco trabalhos no The Union – maior evento de Computação Gráfica da América Latina, em 2012, na cidade de São Paulo, além de ter animações expostas na sede da Escola Saga, em Recife.

Aproveitamos para conversar com o estudante e saber um pouco mais sobre a experiência:

AESO - Como se deu o concurso?

Erick Inojosa – Foi uma proposta do site Tonka3d. A ideia era que os participantes desenvolvessem, num período de um mês, um personagem Cartoon do zero, original, em 3D, com história própria e características interessantes, tanto no visual quanto na discrição. Foram em torno de 120 competidores.

 AESO - Qual a história do seu personagem?

Erick – Ele se chama Sam Anderson. Depois de uma explosão numa fábrica perto da casa onde mora, Sam teve de atravessar por cidades para encontrar a a desconhecida namorada virtual. Mas, no caminho, percebe que a população dos municípios por onde passa sofreu u uma pequena mudança na necessidade do consumo de carne fresca.

AESO - Como foi todo o processo de criação?

Erick - Tive que elaborar uma storyline (resumo de alguma história) para o personagem e decidir quais seriam suas características. Tendo a storyline em mãos, parti para o papel, onde fiz vários rascunhos de como seria o personagem,  Sam Andersson. Como na história, Sam era um viciado em jogos de computador.  Passei para o papel as características de um nerd. No passo seguinte, iniciei a modelagem poligonal em 3D no programa “3D Studio Max”, seguindo como referência as proporções e os rascunhos feitos no papel. Após a finalização da base do personagem fiz o mapeamento e depois enviei para o programa “Zbrush”, para a finalização dos detalhes.

AESO - Quais os métodos e softwares que você utilizou para fazer todo o trabalho? E quanto tempo durou?

Erick – Utilizei quatro tipos: 3D Studio Max, o Maya, o Zbrush e o Photoshop. O método aplicado foi o da modelagem poligonal. Levei pouco mais de três semanas para concluir o Sam Andersson.

AESO - Qual a importância de uma boa formação para encarar o  mercado de trabalho?

Erick - Quem faz o profissional é o próprio profissional. Se o estudante entra em alguma escola, faculdade ou curso achando que vai se transformar em um homem de sucesso num passe de mágica, está perdendo  tempo e dinheiro. É necessário esforço e dedicação. É fundamental saber usufruir o melhor que o curso oferece.

Quer conhecer um pouco mais do trabalho do jovem artista? Clique aqui.

aeso - barros melo - artes visuais - alunos no mercado - prêmio -

voltar