AESO - Faculdades Integradas Barros Melo

Guga Moraes/ AESO-Barros Melo

Alunos e professor da AESO-Barros Melo concorrem a prêmio


Produção Fonográfica
março. 04, 2016

O 7º Prêmio da Música de PE acontece no dia 25 de Abril, no Teatro de Santa Isabel

O curso de Produção Fonográfica da AESO-Barros Melo é recheado de talentos, alunos e professores que se destacam diariamente no campo musical. Como resultado, vários deles estão concorrendo a um prêmio musical de destaque. O Prêmio da Música de Pernambuco chega a sua sétima edição em 2016 e tem como objetivo escolher os melhores CDs e Vídeo Clipes lançados em 2015, o prêmio tem uma votação popular. São dois troféus por categoria, um escolhido através de uma enquete em um grupo no Facebook, que se encerrará no dia 24 de Abril, e o outro através do voto dos críticos de rádio, jornal, televisão.  Os vencedores serão nomeados no dia 25 de Abril, às 20h no teatro de Santa Isabel.

 

 

Sofia Freire

Após o lançamento do seu primeiro disco intitulado de Garimpo, Sofia Freire, aluna do 3º período, entrou na lista dos melhores CDs de 2015 do Prêmio Música de Pernambuco. Há quatro anos no ramo musical, Sofia vem de uma família de escritores e tem a arte pulsando em suas veias. O disco possui 12 faixas, com músicas autorais, onde Sofia musica poemas do pai, da sua irmã e de amigos da família. O CD mescla elementos da música eletrônica, erudita e poemas cantados. Para Sofia, a gravação e produção do CD foi um misto de realização com desafios, pois antes ela não escrevia letras, apenas criava melodias. Analisando as poesias do pai, Wilson Freire, notou que se completavam e surgiu a ideia de musicar aqueles poemas. Repetindo esse processo, ela começou um “garimpo” de poesias e o disco foi criando forma.

 

Graxa

Músico, produtor e mestre, o professor da Barros Melo Adriano Leão, integrante da banda GRAXA, está concorrendo ao 7º prêmio da música de Pernambuco com o disco “Aquele disco massa”. Ele completa 26 anos de caminhada pelo ramo profissional da música. O professor foi responsável pela mixagem e masterização do CD, o processo durou dois meses. Graxa é um projeto solo que existe há seis anos, iniciado pelo músico pernambucano homônimo, o disco é uma junção de parcerias, entre elas está Adriano. Há dois anos, o professor havia sido convidado para produzir a parte fonográfica de um disco e por fim, acabou se integrando a banda.  O estilo do disco caminha do Soul a o Rock Clássico. “Todo trabalho que a gente inicia, temos que dar o máximo. Todo profissional tem que pensar isso logo no começo. Entrar de cabeça em todo projeto”, explica Adriano Leão.

 

Daniel Podosk Quartet

Amaro Freitas, estudante do 5° período de Produção Fonográfica da Barros Melo, há 5 anos atua profissionalmente no ramo musical. Neste ano ele está participando pela primeira vez de um prêmio musical com a banda Daniel Podosk Quartet. A banda, inicialmente formada por Daniel Podsk, fez uma parceria com os demais integrantes da banda após uma guigue, onde os artistas fazem um show sem a preparação anterior, tocando um repertório que é comum em seu meio, não precisando de ensaio. “Relembrando PE” é um mix de músicas regionais, brasileiras, com o JAZZ, conta com doze faixas, duas delas são releituras e dez autorais.  

 

Etnia

Pela segunda vez o estudante de Produção Fonográfica Félix Cavalcanti está concorrendo ao prêmio com a sua banda Etnia. O CD “Depois do mangue vem à praia”, com dez faixas autorais, foi realizado por uma parceria com a AESO-Barros Melo, através do Edital Criativo da instituição. A banda é uma junção de estilos, todos adequados
à música pernambucana. Para Félix, o curso de Produção Fonográfica colaborou para o sucesso da sua vida musical “norteando bastante o aprendizado, o curso tem ampliado os meus horizontes”, comenta.

 

Caapora

Graduado em música pela UFPE, Diogo Lopes escolheu cursar Produção Fonográfica na AESO-Barros Melo pela referência da graduação em todo o Nordeste. Integrante da banda Caapora, que já ganhou o Prêmio de Melhor Arranjo no Festival de Estudantil de Música, agora está concorrendo no 7º Prêmio da Música de Pernambuco com o CD “Verde Vingança”. No álbum o aluno atua como percussionista e cantor. O CD possui doze faixas, onze são autorais e uma releitura da banda pernambucana Ave Sangria. O estilo da Caapora é uma junção das particularidades de cada integrante, como por exemplo, Diogo toca percussão no ritmo afro brasileiro e afro cubana, já o guitarrista tem uma base em rock and roll, o que garante à banda um estilo único.

alunos no mercado - aeso - barros melo - professores - premiação - Produção Fonográfica -

voltar