AESO - Faculdades Integradas Barros Melo

Foto: Thais Castro.

Bandas autorais gravam EP no estúdio das FIBAM


Produção Fonográfica
setembro. 26, 2019

Atividade é realizada por alunos do 4º período do curso de Produção Fonográfica

Buscando promover a música, prática profissional e integração no ambiente acadêmico, as Faculdades Integradas Barros Melo (FIBAM) desafiam os estudantes do curso de Produção Fonográfica a realizarem a gravação de EP e registro audiovisual de bandas da cena autoral da Região Metropolitana do Recife. A ação, que selecionou grupos que participaram do Festival Cardume Sonoro deste ano, acontece entre os dias 19 e 27 de Setembro, no estúdio de TV da instituição de ensino.

Durante a atividade, os alunos aplicam todos os conceitos apresentados no curso, além de terem a possibilidade de vivenciar os pormenores da produção de um disco, o que envolve a captação de áudio e vídeo, mixagem, cadastramento dos direitos autorais dos participantes, entre outros detalhes. “Esse trabalho é realizado pelos estudantes que estão no último período da faculdade, onde, direcionados por disciplinas aplicadas no semestre, realizam a prática no estúdio das FIBAM. Em novembro,  realizaremos o Festival Cardume Sonoro, onde as bandas, que participaram da ação, irão lançar o material produzido e realizar pocket shows no casarão da AESO-Barros Melo, localizado no Sítio Histórico de Olinda”, comenta o docente Danilo Lúcio, que está orientando os participantes durante o projeto.

Para os grupos musicais, a oportunidade de criar o material de divulgação da banda é a chance de alavancar a carreira na cena local: “A Lubambo nunca tinha feito um registro como esse, realizado em parceria com a AESO-Barros Melo, por falta de recursos. Ser uma das que foram escolhidas para fazer parte da atividade está sendo muito importante pra nós, pois, em nosso meio, é necessário ter um material assim para se inscrever em festivais, concursos, shows e demais eventos. Deixávamos de participar de muita coisa apenas por não ter isso. Essa gravação será um impulso para a nossa carreira”, comemora Isadora Lubambo, vocalista de um dos grupos musicais que participa do projeto. 


Sobre a atividade

O nome Cardume Sonoro surgiu inspirado no bairro de Peixinhos, em Olinda, que fica próximo à localização da FIBAM.  Os estudantes pensaram em homenagear o espaço e o conceito de coletividade. 

A banda Lubambo foi produzida e gravada pela equipe formada pelos alunos do curso de Produção Fonográfica da AESO-Barros Melo nos dias 19 e 20 de setembro. Em 04/10 será a vez da banda Luke Baby passar pela experiência. O grupo Snowblinders também teve material produzido pelos alunos durante o projeto.

Os materiais serão disponibilizados em breve no Youtube da instituição. 

aeso - barros melo - produção fonográfica - cardumesonoro -

voltar