AESO - Faculdades Integradas Barros Melo

Debates em Logística


Institucional
maio. 11, 2005

Profissionais tarimbados no ramo da logísitica passaram um pouco das suas experiências para os estudantes de administração de empresas da Aeso. Eles participaram do I Ciclo de Debates em Logística, que aconteceu no Cine Teatro, na noite da terça-feira (10). - Osvaldo Moz Júnior, especialista em Serviço ao Cliente para assuntos logísticos Nestlé e presidente do Grupo de Estudos da Logística em Pernambuco – Gelpe, desenvolveu um panorama do "Desenvolvimento da logística em Pernambuco". Segundo Moz, o Brasil melhorou bastante nos últimos dez anos, em comparação com o resto do mundo. Nos países desenvolvidos, como os Estados Unidos, os gastos com logística variam entre 6% a 8% do PIB. Aqui os custos chegam a 12%. Melhorar esse índice, para Moz, "é um desafio dentro das nossas dimensões continentais". Uma coisa importante para ajudar as empresas brasileiras é a tecnologia disponível para todos. "Tantos os países de primeiro mundo, quanto nós temos as memas condições tecnológicas para dinamizar esse trabalho", afirma. De acordo com o especialista, para mudar o cenário brasileiro, é necessário melhorar as rodovias nacionais e mais que isso: reformular as ferrovias em todo o País. "essa seria a saída, já que também não temos estrutura para o transporte fluvial e o aéreo é muito caro e só deve ser utilizado para entregas especiais, como as da empresa Netuno, ou para o transporte de produtos de grandes dimensões", explica Moz. Sobre Pernambuco, Osvaldo ressaltou a importância geográfica do estado e a tradição no atacadismo. "Pernambuco é o epicentro da Região Nordeste e além do mais o Estado tem a vocação de mascate". Segundo ele, nos últimos anos o cenário local vem mudando para melhor. "Antes faltava profissionais qualificados. Há 6 anos, não tínhamos como nos aprimorar. Agora podemos existem cursos e grupos de estudo sobre logística em Pernambuco. Posso afirmar que o Estado está virando um pólo do setor". Durante o evento, foram discutidos ainda assuntos como logística no varejo, na indústria e a gestão da cadeia de suprimentos.

voltar