AESO - Faculdades Integradas Barros Melo

Perron: Estilo Xilo e 120 mil seguidores


Design Gráfico
dezembro. 16, 2016

Projeto foi elaborado para valorizar a cultura popular nordestina

Sob a inspiração e direção de Ariano Suassuna, nasce em 18 de outubro de 1970 o Movimento Armorial. O objetivo era de valorizar a cultura popular do Nordeste brasileiro e agregou importantes nomes da cultura artística do Estado, como Antonio Madureira, Francisco Brennand, Raimundo Carrero, Gilvan Samico e Géber Accioly. Rendendo herança cultural que perpetua até os dias atuais, o movimento é uma das inspirações de Perron Ramos, formado em Design Gráfico nas Faculdades Barros Melo-AESO e fundador do Estilo Xilo.

O projeto, iniciado em outubro de 2014, integra as artes da cultura nordestina no meio digital, valorizando a xilogravura, cordel e costumes do Nordeste em peças como quadros, bolsas, pratos, camisas, cartazes, cadernos e canecas. Com quase 120 mil seguidores nas redes sociais, Perron levou o Estilo Xilo para estampar a capa do disco Nativo de Jorge Altinho, colhendo frutos do seu trabalho ganhou o concurso de 50 anos da Globo no Rio de Janeiro e já participou do programa de Fátima Bernardes, onde o designer expôs peças e releituras. Durante o programa, Perron fez uma ilustração ao vivo e, no final, presenteou a apresentadora com o trabalho. Após a sua aparição na rede nacional, o número de seguidores nas redes sociais subiu e as vendas dos seus produtos aumentaram. “Foi um reconhecimento de um trabalho feito com muito amor”, comenta Perron.  

O designer conversou com a AESO-Barros Melo e pontuou algumas questões importantes sobre o decorrer da sua carreira. Confira:

AESO: Desde quando o projeto vem sendo realizado?

Perron: O projeto foi apresentado ao público logo após as eleições presidenciais, quando choveu criticas e preconceito ao povo do Nordeste. A criação da página Estilo Xilo surgiu para valorizar a xilogravura, cordel e costumes do Nordeste. Por incrível que pareça a internet não tinha algo que juntasse essas duas características tão marcante para o povo nordestino.

AESO: Você esperava essa repercussão do seu trabalho?

Perron: Não esperava nada do que aconteceu ou que está acontecendo. Tudo ainda é meio novo e nada esperado ou planejado. Já realizei grandes projetos e aparições devido ao projeto da Estilo Xilo.

AESO: Você pretende ampliar o projeto?

Perron: Penso muito. Hoje eu tenho uma loja virtual e vendo para o Brasil e pra fora também. Tratamos meu já foram pra Flórida, Ilhas Virgens, Boston, Portugal e Inglaterra. Quero em breve, lançar um livro com as publicações na página da Estilo Xilo e no futuro, ter uma loja física para que as pessoas possam ver as peças de perto.

AESO: Como você se sente trazendo visibilidade para cultura local?

Perron: Muito realizado profissionalmente. Eu só faço aquilo que amo e que me sinto completo em realizar. Mostrar o que o Nordeste tem de mais rico em forma de arte e ainda viver disso tudo pra mim é uma grande satisfação. Sentir que o meu trabalho causa um sensação emotiva nas pessoas me deixa sensibilizado e confiante que estou indo no caminho certo e que nunca devo parar.

AESO: Em que o curso da AESO-Barros Melo te ajudou na realização desse projeto?

Perron: Eu me formei em Design Gráfico e o curso me ajudou em fazer muitas coisas sozinho e ter conhecimento técnico do que eu estava fazendo. Tudo na Estilo Xilo foi eu que fiz como: Identidade visual, embalagens, layout, papelaria, site e etc.

aeso - barros melo - alunos no mercado -

voltar