Vem 2020: Andreá Rapela dá dicas de planejamento para o ano novo


Institucional
dezembro. 20, 2019

Psicóloga relata experiência e sugere possibilidades

Quatro, três, dois, um, Feliz Ano Novo! Não adianta fugir do óbvio e dizer que a virada é só uma data no calendário, que não muda nada. É verdade que a sociedade vive de pactos e convenções, que podem ser discutidos, mas não desprezados. O Ano Novo tem uma força simbólica real, que remete à esperança e ao desejo de mudança. É como um ponto de virada, quando se renovam as promessas, o passado é “lavado” e se estabelece um “daqui para frente”. Pelo menos, é o que prega a psicopedagoga Andréa Rapela, responsável pelo atendimento aos alunos e funcionárias das Faculdades Integradas Barros Melo (AESO). Conversamos com ela para obter algumas dicas de como se preparar para realizar as metas e cumprir os objetivos para 2020. 

Para Andréa, esse é um momento importante para pensar sobre o que se deseja, fazer uma análise das escolhas e se conciliar com o passado. “É legal aproveitar a motivação dessa época, estabelecendo objetivos que estejam dentro da real capacidade de realização, para que você consiga conquistá-los até o fim”, afirma.

Muitos dos desejos e metas estão relacionados com melhorar o desempenho e a relação com o trabalho. “É importante ponderar a atividade profissional, já que é algo que se relaciona diretamente com o seu dia a dia, e precisa estar inserida no seu projeto de vida”, considera. 

Independente da fase na qual o aluno se encontra; se está começando a graduação, no meio ou no final do curso; é válido pensar como vai ser o próximo semestre. “Isso é importante para a organização do ano letivo e desempenho acadêmico. Muitos alunos precisam conciliar trabalho, estágio, atividade acadêmica e vida pessoal. Sendo necessário um planejamento, com as horas que serão dedicadas para cada atividade desenvolvida”, reforça. 

A psicóloga também lembra que é necessário aproveitar as férias e períodos de descanso, se dedicando a atividades prazerosas e descansando para recarregar as energias para o próximo ano. Outro ponto observado por Rapela é em relação ao equilíbrio no planejamento. Ela alerta para o cuidado em não transformar as metas em obsessões, caso contrário, as chances de frustração com a não-realização dos fatos podem ser danosas.  

Confira as dicas da profissional para tornar o processo prazeroso e com mais chances de eficácia:

-Escreva as metas em algum lugar. Isso ajuda a lembrar que é preciso realizá-las.

-Faça planos tangíveis. A meta ou o objetivo deve ser algo alcançável.

-Escolha algumas metas, não muitas.  À medida em que forem realizadas, outras poderão ser colocadas no lugar.

-Coloque prazos e determine as condições necessárias para realização. 

-Avalie sua conduta no meio do processo e refaça os planos quando for preciso.

fim de ano - metas -

voltar