AESO - Faculdades Integradas Barros Melo

Conheça Carolina Lima: recém-formada em Jornalismo pelas FIBAM foi contratada como social media em uma agência de conteúdo


Jornalismo
janeiro. 22, 2020

A ex-aluna concluiu o curso no final de 2019

Ser escritora sempre foi o sonho de Carolina Lima, ex-aluna do curso de Jornalismo das Faculdades Integradas Barros Melo (AESO). Desde criança, imaginava escrevendo um livro. Ela é fascinada por leitura. No primeiro ano do ensino médio, a jovem, atualmente com 22 anos, decidiu que queria se tornar jornalista. Após uma análise de mercado, conversando com outros egressos da instituição, ela escolheu a AESO-Barros Melo. “Fiz algumas pesquisas sobre o curso no Estado e as FIBAM estavam entre as cinco melhores”, comenta.

Ao entrar na faculdade, Carol pretendia trabalhar no meio impresso. No decorrer do curso, descobriu uma nova paixão, a TV. “Ao longo dos semestres fui conhecendo mais essa mídia e adorei me ver frente às câmeras”, declara. O que também contribuiu para ela perceber a aptidão para o meio televisivo foi a participação no Laboratório de Telejornalismo (LABJORTV), grupo de estudos da faculdade. Nele, Carol teve a oportunidade de apresentar, por duas vezes, o "Abre Aspas", programa de entrevistas ao vivo, que é gravado no estúdio de TV da ASO-Barros Melo, e veiculado no Facebook.

A experiência no mercado de trabalho começou no ramo da assessoria de imprensa. Carolina estagiou na Assembleia Legislativa de Pernambuco e conta que foram momentos marcantes. “Precisei fazer a campanha de um deputado para as eleições estaduais em 2018 e foi um desafio muito grande. Era necessário criar, planejar e fazer a cobertura de vários eventos, além de manter contato com a imprensa para divulgar notas e materiais sobre o assessorado. Foi intenso, mas de muito aprendizado”, relembra.

O ano de 2020 já começou com uma novidade para a jornalista recém-formada. Carolina foi contratada para trabalhar como social media na ArtSet, agência de criação e produção de conteúdo. Este é o primeiro emprego com carteira assinada da jovem, que se considera muito consciente do dever como profissional. “O jornalista tem um papel fundamental na sociedade. Nossa missão é mostrar a realidade dos fatos e das pessoas, descobrir histórias, além de ouvir e dar voz aos anseios e necessidades da população. Vejo o ofício como uma ponte entre o cidadão e o sistema político”, declara

Carolina ainda pensa na especialização em gestão de redes sociais, e buscar sempre atualização no mercado. “Um dos meus planos é não parar de aprender. Gosto muito do que faço e não consigo me ver fora do jornalismo. Acho que a profissão me proporciona inúmeras possibilidades e pretendo experimentar todas ou boa parte delas”, conclui.

alunos no mercado - Jornalismo -

voltar